14 janeiro 2010

Treino termina em briga no Leão: Fabrício Carvalho X Samir


Portal ORM

O coletivo feito pelo time do Remo, ontem, no campo do União, em Castanhal, teve cenas de pugilato entre o meio-campista Fabrício Carvalho e o atacante Samir. Os jogadores partiram para a briga após um acalorado bate-boca. Tudo começou num lance de ataque do time considerado titular. Fabrício deixou de tocar a bola para o atacante, que não gostou e foi tomar satisfação com o companheiro. Depois de trocarem ofensas, os jogadores partiram para o confronto físico, obrigando o técnico Sinomar Naves e os demais atletas a entrar em ação para que a situação não se agravasse ainda mais. Serenado os ânimos, o treinador obrigou os valentões a trocarem apertos de mãos e a 'prometerem' que não voltariam a agir daquela maneira.


Sinomar e Fabrício não se manifestaram à imprensa sobre o assunto. Samir, por sua vez, reconheceu o erro e assegurou que não ficou nenhum tipo de ressentimento entre ele e o volante. 'Sei que não deveria ter agido daquela maneira', admitiu o atacante. 'Já pedi desculpas ao Fabrício e ao professor (técnico) e tudo está em paz', declarou. Samir contou que conversou com o companheiro após o treinamento para evitar algum tipo de mágoa. 'Falei a ele que esquentei a cabeça e que isso não voltaria mais a acontecer', disse.


O coletivo terminou com o empate por 2 a 2 entre reservas e titulares. Os gols da equipe principal foram anotados por Vélber e Samir, enquanto Alessandro (duas vezes) descontou para o time de baixo. Durante o treino o meia Gian foi substituído por Ramon. O meia ídolo da torcida azulina sentiu um problema no pé, mas não chega a preocupar o departamento médico. Além de falar do episódio com Fabrício Carvalho, Samir comentou o fato de vir marcando gols em quase todos os treinamentos e jogos da equipe. 'Felizmente estou sabendo aproveitar bem as chances que têm surgilo lá na frente. Espero que em nossa estreia aconteça o mesmo', declarou.

A temporada ainda nem iniciou e os caras ja andam se 'beliscando'..  mas td acabou em pagode na cozinha azulina

   
         
 

 
Postar um comentário