08 agosto 2010

Paysandu quaze quebra jejum no Castelão


O time que ai esta' não tem nada haver com os anos de jejum do clube, e jogando em Fortaleza contra um time tradicional, O Paysandu que ha' muito não jogava como time grande, fez a sua parte.

Não foi desta vez que a turma que tanto torce contra o Charles Guerreiro, teve a sua tão esperada chance, Charles Mandou o time atuar de forma correta, nao fosse a cabeceio  erróneo de Bruno Rangel e a resenha seria outra.

O duelo foi considerado eletrizante pela imprensa de Fortaleza(ver aqui) mas nesse jogo tem um lado interessante, O Fortaleza se nao conseguir chegar na serie B, pode seguir o caminho hoje percorrido pelos bicolores, o de ficar vagando no inferno da terceirona.

Quase 20 mil adeptos foram ao Castelão, e se na relva o jogo foi emocionante, fora dela houveram emocoes desnecessárias, o torcedor dos locais reclamaram muito pela demora na entrada do estádio, sem contar que havia cambistas, bebida ao alcance de todos e brigas entre as organizadas de Fortaleza e Paysandu.

O estatuto do torcedor foi parar na lixeira.

Enfim, um jogo com todos os históricos de um grande clássico, mesmo sendo de terceira.

Postar um comentário