11 dezembro 2010

Tuna Luso X Ananindeua- Paraense 2011 (1a Fase) - 12/12 Estádio Francisco Vasques (Souza) (09:30)

Após uma apresentação convincente dentro de seus domínios, ontem, no estádio do Souza, a Tuna Luso Brasileira conseguiu sua segunda vitória na primeira fase do Parazão. As mudanças do novo técnico Flávio Goiano surtiram efeito, para alívio da torcida cruzmaltina. Com garra, disposição e, principalmente, contando com a excelente atuação do meia Fininho, a Tuna conseguiu vencer o líder Ananindeua, até então invicto na competição. 



A partida teve 45 minutos de atraso, pois estava sem policiamento e atendimento médico adequados (ambulância). Foi preciso que a segurança do jogo realizado no mesmo horário, na Curuzu, entre Time Negra e Abaeté, fosse deslocada para o Francisco Vasques. O técnico Paulo Comeli, do Clube do Remo, lamentou a situação. “Isso não pode acontecer. O horário é desgastante, tanto pros jogadores como pra torcida. É lamentável essa falta de estrutura”, constata o treinador, que observava a partida ao lado do superintendente de futebol remista, Armando Bracali. Vieram conferir de perto o atacante Rafael Oliveira. 


A torcida tunante, apreensiva, começava a esboçar cantorias para incentivar sua equipe, que se animava com as borrifadas do zagueiro Cristovão e as chances criadas pelos atacantes Jaílson e Fabinho. Mas explodiu de alegria mesmo quando Fininho abriu o placar com um golaço, aos 26. O meia acertou um lindo chute na “gaveta” de Flávio, sem chances para o goleiro adversário. O atacante Kevson, no finzinho, ainda tentou marcar o seu, mas isolou a bola para fora do estádio.

No segundo tempo, aos 15, o zagueiro Filho, após cobrança de escanteio, aproveitou bobeada da zaga cruzmaltina e empatou para o Ananindeua. Logo em seguida, Fininho roubou a bola no campo adversário e chutou de longe. A bola ainda bateu no montinho e encobriu o goleiro. (Diário do Pará)
Postar um comentário