16 dezembro 2011

"Capacidade" reeeleito na Tuna

 Deu no Didascalia

Companheiros cruzmaltinos, associados, frequentadores da nossa querida Tuna Luso Brasileira. Valeu a pena. O exercício da democracia é sempre válido. Não podemos jamais nos dispersar. Vamos ver como as coisas se processarão doravante. Sinceramente, confesso pelo que observei nos últimos três anos, que não virão muitas coisas boas, não.

Nesses três anos foram muitos e grandes nossos sofrimentos.
Quem frequenta o Clube e acompanha o dia a dia sabe.
Foram cortes no fornecimento de energia do Clube;
Abandono da Sede Náutica, depois de havermos deixado uma equipe  montada;

Perda do título deste ano na Náutica por falta de apoio
Pintura inadequada e contrariando as cores naturais da Tuna na sede do Clube;

Total abandono do Departamento Social, sem promoções para o associado; 

Arrendamento de Bares e Restaurantes sem o devido contrato e à um cidadão que não se sabe se tem empresa, e sem a aprovação do Conselho Deliberativo;

Construção de uma obra ilegal no Estacionamento, embargada e até hoje o monstrengo está lá;

Não funcionamento do Toboágua já há dois anos e meio;
Paralisação do Parque Aquático Infantil por vários meses;
Revitalização mal feita da Piscina Infantil, perda de dinheiro doado por Benemérito;

Total destruição do campo de futebol social por causa de alugueres;

Abandono da saunas, masculina e feminina, ao ponto de associado cair e se machucar;

Roubo de carro de diretor dentro do Clube;
Atraso nos salários de funcionários;
Perda de associado, hoje reduzido a menos de 200, embora o presidente fale em 500;

Não prestação de contas no tempo hábil e aprovação de um período na base do grito;

Perseguição a associado, a ex-presidente e ex-diretores;
Arrendamento do time de futebol aos ex-atletas Jobson e Sérgio;
Abandono total da equipe de futebol;
Entrega do time de futebol a técnico inexpressivo e sem o devido preparo;

Por três anos seguidos humilhantemente disputar a fase  classificatória do Paraense
Liberar a entrada do Clube a estranhos cobrando entrada a 5 reais;

Falta de comando e e de funcionários na portaria, o que gerou idas e vindas de pedófilo;

Festas semanais com Treme terra", inclusive "reveillon" popularesco;

Proibição do associado a entrar na Piscina Olímpica;
Interdição na Cozinha e nos Banheiros do Clube, pela Saúde Pública;

Não são boas as emoções nestes três anos do sr. Bastos. Os tapinhas nas costas cansam,
as maldades com o associado e com o Clube, idem;
Como cruzmaltinos, temos a obrigação de ficar vigilantes. Com todos. Tem muitas histórias;
O Conselho é deles, mas a qualquer pisada de bola, o associado,  o cruzmaltino, tem

que denunciar ao presidente da Assembléia Geral;
Perdemos uma batalha, mas a luta, repito, continua. A Tuna é maior que todos, e não será um
torcedor de Remo ou Paysandu que está no poder (e eles são muitos hoje no nosso Clube!)
que nos farão calar, nos impedirão de denunciar os maltratos à nossa agremiação.
Viva a Tuna Luso Brasileira. Viva os Cruzmaltinos, não os falsos. Os verdadeiros!
Postar um comentário