06 dezembro 2011

O Remo nao teve possibilidade de ganhar o time Campeão do lugar... perdeu a invencibilidade na beira da maré

Era para ser um simples amistoso... O Remo pegava sua ponta, colocava a molecada junto aos veteranos que ainda insistem em dizer que jogam bola ..fazia 1 a 0 ou algo parecido e se mandava do lugar bem rapidinho.


Mas os caras nao procuraram saber nadinha do adversário. nada.


Pois bem, esse tal Santa Cruz ao que parece tem um senador como patrono e nas primeiras conversas que escutei sobre o time da Vila de Cuiarana , se tratava de um projeto para ajudar a comunidade e bla..bla..bla...


Mas eis que me aparece o Mariozinho na fita, aquele eterno candidato a treineiro e que aparece com um discurso afiadissimo na entrevista. Deve estar com a grana em dia .


Então primos ,o Remo entrou na peia .Não foi  para um grupo de pescadores ou gente da comunidade de Cuiarana ou de Salinas, mas sim para um time formado por boleiros que ja foram..ou tentaram..  ser alguma coisa no mundo do futebol. 


Esses caras mordidos e querendo justificar suas sumidas são capazes de doar sangue ao dobro.


Acabou em peia e em uma tremenda dor nos cocurutos desmiolados da turma que se mete a querer fazer futebol profissional. O -projeto- começa a fazer agua e as cuias ao redor vão ser incapazes de salvar o casco azulino.


O torcedor local movido por uma muitas marditas, profetizou. O Remo nao tem possibilidade de ganhar do time  Campeão do lugar.


Teve adepto azulino que saiu inconformado pela derrota na beira da maré.


Agora somente mostrar umas cadeiras zeradinhas e um pc nao significam dizer que nasceu um novo time em Cuiarana e que o mesmo tem uma p..de uma estrutura profissional. Nessa historia tem...ah, tem!


Tentar enganar o adepto sempre acaba nisso. Mas a festa feita no interior tem nota 100.


Esse nicho nas mãos de gente com uma visão seria e profissional poderia gerar bons lucros.





O vizinho também excursionou..


Postar um comentário