03 março 2012

O desespero das águias

Águia quer vencer a Tuna Luso em Marabá

Após o fechamento da 1ª rodada, Águia de Marabá e Tuna Luso assumiram a lanterna da Taça Estado do Pará. As duas equipes que tentam fugir da ponta de baixo da tabela de classificação encaram um confronto direto hoje, a partir das 19h30, no Estádio Zinho Oliveira. O Azulão é considerado favorito por jogar em casa e também por ter levado a melhor no primeiro duelo contra o time cruzmaltino, vencendo por 1 a 0, mas o time do técnico João Galvão pode encarar problemas de última hora, pois não deve contar com 100% de Flamel, Diogo e Wando.

O meia, o volante e o atacante, que são considerados titulares para a partida contra a Tuna, foram poupados do treino recreativo realizado ontem. Eles podem ser liberados para o jogo de hoje, porém, até ontem ainda estavam sob os cuidados do Departamento Médico do clube.

De acordo com o fisioterapeuta aguiano, Gustavo Lacerda, Flamel sofreu uma contratura na posterior da coxa direita, enquanto Diogo sofre de uma tendinite patelar no joelho esquerdo. O caso de Wando, que estaria sentindo dores no quadril, ainda seria investigado ontem pelo profissional.

“Estamos acompanhando os casos do Flamel e do Diogo, mas acredito que eles estarão liberados para o jogo de amanhã (hoje). A sequência de jogos acaba sobrecarregando os jogadores e provocando as lesões”, explica Lacerda. Em contrapartida, o goleiro Miro deve assumir o gol do Águia de Marabá na partida de hoje contra a Tuna. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) aceitou o pedido de efeito suspensivo da pena de 12 partidas do jogador, imposta pela confusão no jogo contra o Remo, pela semifinal do primeiro turno, até que o recurso impetrado pela defesa do clube seja julgado. Liberado, Miro é a primeira opção do técnico João Galvão para substituir o titular Alan, que recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Remo e cumpre suspensão. Aliás, o time marabaense possui três desfalques, entre eles, dois titulares, o goleiro Alan e o atacante Branco, artilheiro do time, com cinco gols marcados; e o zagueiro Edkléber.

Embora ainda chateado pela derrota diante do Independente, o técnico da Tuna, Charles Guerreiro, está confiante para o embate de logo mais. A volta da dupla de zaga Max Melo e Bruno Oliveira é um dos pontos que anima o treinador. “Temos a volta do Max e do Bruno. Agora, é levantar a cabeça e fazer o que não fizemos contra o Independente”, disse Charles, referindo-se à derrota na estreia. (Diário do Pará)
Postar um comentário