01 dezembro 2012

Ex camisa 9 ,Vandick Lima é eleito o novo presidente do Paysandu

Vandick Lima é eleito o novo presidente do Paysandu Após 38 anos, a oposição vence as eleições presidenciais no Bicola
Ídolo com a camisa 9 do Paysandu, Vandick, que passou a ser conhecido como o vereador Vandick Lima, terá a missão de seguir com um bom relacionamento com a torcida bicolor longe dos gramados e na presidência do clube.
Após mais de seis horas de apuração de votos, o líder da chapa 'Novos Rumos', que teve 479 votos e uma vantagem de 201 para Victor Cunha, da chapa 'Centenário', conquistou a vitória antes mesmo do término da apuração e, no dia 6 de janeiro de 2013, assumirá a gestão alviceleste até dezembro de 2014. No total, 757 associados participaram do pleito.
'É uma responsabilidade imensa sair do campo, onde fui tão feliz no Paysandu, para a presidência. Sei que, também pelo que fiz pelo clube como jogador, minha missão é difícil  Mas nós nos preparamos para isto e só tenho a agradecer a todos que me apoiaram', declarou o presidente eleito do Papão.
Baiano de Conceição do Coité (BA) e paraense de coração, o vereador reeleito Vandick, de 47 anos, terá a missão de ser o primeiro ex-jogador a sentar na cadeira de presidente do clube, manter o Papão na Série B do campeonato paraense e, principalmente, de não deixar o time voltar à Série C.
Tabu - A vitória de Vandick Lima, que representou a oposição nas eleições, entrou para a história do clube como, além de ser a primeira com a participação dos sócios, ainda quebrou um tabu de 38 anos na história alviceleste.
Esta é a apenas a segunda vez em que a oposição vence as eleições presidenciais no Paysandu. A primeira aconteceu em 1974, com o triunfo de Antônio Couceiro sobre o então presidente Paulo Castro.
Anulação - Vale lembrar que esta eleição segue sob risco de anulação, por funcionar em meio a uma liminar judicial, que cabe recurso e, caso seja derrubada, pode resultar no cancelamento do pleito.
A liminar judicial, aliás, foi impetrada pela chapa 'Novos Rumos' para que cerca de 25 Beneméritos e Grandes Beneméritos, que estavam banidos do processo eleitoral do clube por inadimplência com base no novo estatuto, pudessem votar.
A alegação utilizada pelo jurídico da chapa 'Novos Rumos' junto ao Juiz Mairton Carneiro, da 6ª Vara Cível de Belém, foi de que, como o novo estatuto do clube entrou em vigor neste mês de novembro, os conselheiros não poderiam ser considerados inadimplentes enquanto este mês não acabasse. A data da eleição foi no dia 30 de novembro.
Apoio - O adversário de Vandick Lima nestas eleições, Victor Cunha, declarou, em entrevista ao repórter da rádio Liberal CBN, Agripino Furtado, que se disponibiliza a apoiar o representante da chapa 'Novos Rumos'. 'Acima de tudo, sou Paysandu. Por isso, declaro apoio ao Vandick, porque o Paysandu é maior que qualquer coisa', declarou.
Carlos Fellip (Portal ORM)
Postar um comentário