23 outubro 2013

Copa do Brasil Sub-20 / Remo pega Criciúma no Mangueirão ,pensando na Libertadores


O elenco do time sub-20 do Clube do Remo realizou um treino coletivo, ontem de manhã, no Mangueirão, local da partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil da categoria, amanhã à noite, contra o Criciúma-SC. O técnico Valter Lima treinou basicamente com o mesmo time que jogou a primeira partida. A única alteração foi o retorno de Alex Ruan à lateral-esquerda, após cumprir suspensão. O coletivo terminou com a vitória por 3 a 0 para os titulares, com gols dos atacantes Sílvio, Guilherme e Beto.

Valtinho insistiu durante o treinamento na repetição de jogadas aéreas na defesa, pois identifica aí a principal arma do adversário. “Sabíamos que tínhamos que ter mais atenção para essa jogada na primeira partida. Em dois cochilos nossos, eles fizeram os gols e conseguiram o resultado, mas o nosso treinador tem reforçado os trabalhos e esse tipo de cochilo não vai mais acontecer”, garante o zagueiro Igor João.

Um dos jogadores mais felizes com o treino foi o lateral-direito Andrei, que era dúvida por sentir dores no joelho. “Treinamos, corremos e não sentimos nada, graças a Deus. Agora é se preparar para jogar. Acreditamos que temos tudo para vencer e seguir na competição. Estamos próximos de uma vaga na Libertadores, e todos sonhamos com isso”, afirma o lateral.

O atacante Guilherme confirma a expectativa do colega e vai além. “Nosso maior objetivo agora é ser campeão da Copa do Brasil para chegar bem no profissional e dar sequência nas nossas carreiras”, sonha o atacante, autor dos dois gols do time na primeira partida. Guilherme diz que o assédio tem sido grande nos últimos dias, mas que isso não tem atrapalhado o grupo. “Tudo isso vem pelo bom trabalho, então acaba servindo como estímulo para trabalhar cada vez melhor. Temos certeza que faremos um grande jogo nessa quarta-feira, e se Deus quiser seguiremos na competição”, aposta.

Reunião vai traçar planos de segurança

Desde que Zeca Pirão assumiu a presidência do Remo, os grupos de apoio ao clube têm participado de forma ativa do trabalho interno. No jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil sub-20, contra o Flamengo, a diretoria contou com o reforço de integrantes da Associação de Sócios do Clube do Remo (Assoremo) nas catracas do Mangueirão, para facilitar o acesso e fiscalizar a venda de ingressos. “Tivemos um resultado muito bom naquele jogo, mas ainda encontramos alguns problemas. Para esta quarta, devemos intensificar ainda mais as fiscalizações e é por isso que convocamos uma reunião com os órgãos de segurança para hoje”, revela André Rabelo, presidente da Assoremo.

Uma das maiores dificuldades na partida anterior estava no acesso às dependências do estádio. “Vamos trabalhar para garantir que todas as entradas do Mangueirão funcionem para que o torcedor não tenha que encarar as mesmas filas”, diz. André inclusive faz um apelo para que os torcedores cheguem mais cedo e não se concentrem apenas nos portões do lado A1. “Sei que é tradição da torcida azulina entrar por ali, mas o público que fica parado nas proximidades das entradas acaba propiciando algumas confusões. Se o torcedor chegar cedo e se espalhar bem, não teremos problemas”, ressalta.

(Diário do Pará)






Foto: Fernando Ribeiro/ Criciúma EC
Postar um comentário