19 outubro 2009

Milan 2X1 Roma:Leonardo vence 1º clássico no Milan, com ajuda de dupla brasileira



Cada dia mais ameaçado no cargo, o brasileiro Leonardo ganhou sobrevida como técnico do Milan na tarde deste domingo, ao conquistar a vitória mais importante de sua curta carreira. No clássico com a Roma, pela oitava rodada do Campeonato Italiano, o treinador contou com a colaboração de seus compatriotas Ronaldinho e Alexandre Pato, autores dos gols da virada por 2 a 1 do time rubro-negro, que já não sabia o que era vitória há três jogos.

Vindo de decepcionantes empates com Atalanta e Bari, além de uma derrota para a Udinese, o ex-time de Kaká entrou em campo pressionado, mas contou com a reação de sua dupla brasileira, que não brilhava desde a estreia do Italiano, quando comandaram a vitória também por 2 a 1 sobre o Siena, com assistências de Ronaldinho e gols do Pato.



Com o resultado conhecido no Estádio San Siro, além de fazer as pazes com seu torcedor e dar novo ânimo ao treinador brasileiro, o Milan ganha folêgo na competição ao chegar aos 12 pontos e sair da parte de baixo da tabela, ocupando agora a oitava posição na classificação. Enquanto isso, a Roma estaciona nos 11, é ultrapassada pelo rival e cai da nona para a décima colocação.

Com o histórico negativo em clássicos no campeonato, após a goleada por 4 a 0 sofrida diante da Inter de Milão, o time que contou com os também brasileiros Thiago Silva e Dida iniciou correndo o risco de sofrer novo tropeço e aumentar o tom das críticas ao trabalho realizado por Leonardo. Logo aos 3min, justamente os compatriotas do setor defensivo falharam quando o zagueiro tentou o recuou para o goleiro e teve o passe interceptado por Menez, que mais esperto, tocou para as redes.
No entanto, na etapa final, o setor ofensivo do Milan compensou a falha defensiva e garantiu importantes três pontos contra o time de outros brasileiros: Doni, Rodrigo Taddei e Júlio Baptista, que iniciou na reserva. Após pênalti sofrido por Nesta aos 11min depois do reinício, Ronaldinho partiu para a cobrança e igualou o duelo.


Além de ser o responsável pelo empate, o camisa 80 teve importância fundamental no gol da virada, ao fazer grande jogada individual e lançar Alexandre Pato em velocidade. Mostrando muito oportunismo e categoria, o atacante revelado no Internacional passou pelo arqueiro Doni e confirmou a primeira vitória de Leonardo em clássicos, salvando o emprego do treinador.



Postar um comentário