25 outubro 2009

vídeo pornô na escola

Foram exatos dois minutos e trinta segundos. O tempo exato para que uma estudante da oitava série deixasse de ser a ‘menina bonitinha de óculos que vivia quietinha’, como a definiu um estudante do mesmo colégio e passasse a ser ‘a vagabunda que se deixou filmar fazendo sexo oral no banheiro da escola’, como disse outra estudante do mesmo colégio. Um dia depois de mais um escândalo envolvendo a tríade sexo-adolescente-internet, o assunto ainda era o tema principal nas rodas de alunos do colégio Ulysses Guimarães, em Nazaré. siga lendo no Diário do Pará


Postar um comentário