07 fevereiro 2011

Espetáculo no Parque Aquático da Tuno Luso-Brasileira

Um espetáculo de técnica, graça e precisão. Foi o que pôde presenciar o público de cerca de 1,6 mil pessoas que compareceu ao Parque Aquático da Tuno Luso-Brasileira na manhã deste domingo (6), para assistir às apresentações das seleções russa e brasileira de nado sincronizado, promoção do Governo do Pará em parceria com a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). O calendário oficial de eventos esportivos internacionais do Estado este ano foi aberto em grande estilo, numa manhã de muito sol. As atletas da Rússia são as atuais campeãs olímpicas e mundiais na categoria.







Durante cerca de uma hora, o público assistiu a 10 apresentações, divididas entre as russas e brasileiras. Na abertura do evento, o governador Simão Jatene, acompanhado de outras autoridades, entregou presentes às atletas. Após a execução dos hinos nacionais da Rússia e do Brasil, as nadadoras começaram as rotinas, muitas das quais nunca haviam sido mostradas em público antes. Uma pré-estreia para o público paraense de números que vão compor o programa do próximo Campeonato Mundial, que acontece em julho deste ano, na China.






As atletas paraenses Natália e Natasha Pereira, que recebem apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), abriram as apresentações, com o tema "festa junina". Em seguida, entrou na piscina da Tuna a equipe técnica da Seleção Russa - com oito das 14 atletas que compõem o time e que vieram a Belém -, para apresentar um número nunca antes exibido, baseado em tema musical daquele país. Embaladas por aplausos calorosos do público, as russas mostraram por que são pentacampeãs mundiais e tricampeãs olímpicas da modalidade.






Depois, foi a vez das irmãs paraenses Gabriela e Daniela Figueiredo, as únicas duas representantes da região Norte na Seleção Brasileira de Nado Sincronizado, que nadaram com uma variação do clássico "O lago dos cisnes", de Tchaikovsky. Após as brasileiras, voltaram à piscina as russas, dessa vez com um dueto e o tema "Dom Quixote". A brasileira Giovana Stephani fez a apresentação seguinte, um solo sobre música de Janis Joplin. Com o tema "Asas da liberdade", a seleção russa voltou a encantar, apresentando uma rotina livre pela qual levou o último título mundial.






Em seguida, foi a vez de dois duetos olímpicos, primeiro das brasileiras Lara Teixeira e Nayara Figueira, que apresentaram o tema "Agente 69", e depois das russas, com uma dança folclórica local. A Seleção Brasileira voltou à piscina, para antecipar o número que será apresentado no próximo Mundial, em Xangai, com o tema "Alma sertaneja". A russa Svetlana Koleshichenko, de 17 anos, continuou o programa, mostrando sua coreografia para a canção "Song for you", da cantora Celine Dion.






As apresentações foram encerradas pela seleção russa, com um número sobre uma valsa que emocionou e causou furor na plateia. Com coreografia e técnica apurada, a exibição encerrou o evento. Segundo o secretário interino de Esporte e Lazer, Christian Costa, a apresentação do balé das atletas russas e brasileiras representou um investimento de R$ 119 mil do governo do Estado. "É um investimento que traz frutos, pois novos atletas podem surgir e levar o nome do Pará para fora, como as duas paraenses que hoje integram a equipe brasileira. Isso sem falar no estímulo para a juventude e no lazer que se proporciona para a população. Este é um espetáculo de altíssimo nível, ao qual o público paraense tem oportunidade de assistir de graça", disse. (Agência Pará)
Postar um comentário