28 setembro 2011

Bola autografada por Neymar pode valer uma casa





Se você estivesse as vésperas de ser desapropiado  de sua casa, o que faria???

Pois bem, O paraense Marcelo, casado, pai de qutros filhos e que vive de bicos com a profissão de pintor resolveu ir esfriar a cabeça assistindo o treino do selecionado brasileiro no mangueirao.

o primeiro obstáculo de Marcelo foi conseguir ingressos que eram trocados por 1kg de alimentos.  Não tinha os quilos necessários para tal e ai acabou morrendo nas maos dos cambistas. sempre eles! 
Pagou  R$ 2,50 pelo divertimento e acabou saindo com um baita investimento.

Quem tem pressa come cru. Marcelo nao se afobou quando acabou a sessão de treinamentos e ficou ate o ultimo minuto curtindo as embaixadinhas de Neymar..que depois cansou do showzinho e ai pos a assinatura na bola e mandou um petardo no rumo das bancadas.

Bola  no rumo dos peitos do guarda- redes Marcelo. Que depois de espetacular defeza, teve que ser escoltado para nao ter o seu precioso prémio tomados pelos olhos do mal.

Marcelo prestes a ser desapropiado de sua casa, pos a redondinha a leilão  e com isto quer poder comprar uma casa para si e sua família.

Marcelo aceita lances pela reliquia no telefone (91) 8890 8567



'Quando acabou o treino, meu amigo disse para gente ir e respondi que não, porque o Neymar ainda estava em campo batendo embaixadinhas. Queria esperar ele ir embora. Fiquei gravando no celular, até que a bateria acabou e foi mais um motivo para ir embora. Resolvi esperar e foi quando o Neymar autografou a bola e chutou para a arquibancada. Ela veio direto no meu peito e eu agarrei com força. Poxa! Eu tinha acabado de passar o celular para o meu filho e, por isso, fiquei com as duas mãos livres para pegar a bola. Na hora, o pessoal veio para cima de mim para tentar tomar ela, mas eu segurei com força e aguentei até que os policiais chegaram e me isolaram do resto do pessoal. Eu não estava nem acreditando', recorda.

Com ameaças de muitos que queriam a 'bola de ouro' a qualquer preço, Marcelo, o filho, o amigo e a gorduchinha, ficaram escoltados por policiais dentro do estádio e só foram embora cerca de uma hora depois do final do treino, quando receberam o conselho de um policial. 'Ele disse que poderíamos colocar na internet e vender. Era tudo o que eu precisava para comprar uma casa para minha família morar'.


Sobre a casa que será desapropriada, Marcelo conta emocionado como fez para comprá-la: 'Eu estava em um quartinho e soube que tinha um terreno com lotes para vender. Era um terreno abandonado, que estava sendo dividido. Falei com o chefe do pessoal e ele me disse que queria 600 reais em um lote de 5 metros de frente por 20 de comprimento. Dei 300 reais e uma televisão de 14 polegadas que meu filho tinha ganhado de presente da avó. O rapaz aceitou e construi meu palácio com 3,5 metros de frente e 4 metros de comprimento. Na verdade, ficou sendo só um compartimento, mas já era o suficiente para nós. Pena que vamos ter que sair agora', lamenta.


A historia de Marcelo se repete pelo Brasil todo. Em muitos casos aparecem bolas milagrosass..Mas na grande maioria, o sonho da casa propia passa bem diistante do" Minha casa, Minha vida".

O Post foi baseado na historia de Marcelo, lida aqui no portal ORM.




Postar um comentário