26 novembro 2011

O holandês Ben Pon quando idealizou a kombi na decada de 40, jamais pensaria que ela seria usada como albergue por janis Joplin, Jimi Hendrix e toda a torcida da Tuna.



Quando moleque, piadinhas que relacionavam a kombi e os adeptos de minha gloriosa Tuna, me incomodavam. Mas essas baboseiras não me tiravam do serio.

O incomodo nada tinha haver com o presente . Eu ficava imaginando o futuro, sempre soube o quanto ter uma grande torcida contribuíam para o engrandecimento$$$$ do clube.

Mas me  perder no meio de uma multidão não me agradava.

Em 70 eu vivi um dos primeiros grandes momentos do Clube, depois de ganhar o estadual naquele ano.  Pela idade que tinha ,ao caminhar no meio da torcida sentia que as kombis ao redor do Souza tinham tido uma aumento considerável.

Ganhar Copos nos fazem sempre ir ao topo da montanha e muitas vezes sonhamos com os olhos arregalados.

O Campeonato de 70 para mim foi um dos mais memoráveis, desses que ainda hoje rendem boas resenhas.

Mas depois disso o  motor passou ao longo da década sem fazer um barulho considerável. Eu,os amigos seguiam a acompanhar a Tuna..tios..parentes. Mas vc vai crescendo e já consegue por o olho acima de algumas coisas e sem drama algum percebia que precisávamos dela. Da Kombi.

 O pequeno adepto se tornara adulto nos finais  dos anos 70 .E no inicio dos  bons anos 80 , um dia juntou todos seus LPs..livros e um surrada camiseta da cruz de malta e foi ganhar o mundo.

Ferias que nao conciliasse uma ida ao Chico Vasques para ver a Tuna, nao tinham nenhum significado.

 Tínhamos Sócrates, Hortencia e Izabel , Joaquim Cruz...como icones do esporte Nacional. Foi uma década abençoada.

As linhas de montagem tiveram um aumento considerável!. 1983 e 1988 ganhamos dois estaduais. nada mal.

No meio dessas conquistas locais , colocamos nas prateleiras do Souza (1985), o primeiro Copo de Um Campeonato Brasileiro. Nao tinha como deixar de perceber que haviam caronas,  gente nova a guiar as kombis e seus novos passageiros eram verdadeiramente adeptos da Luso do Norte.

A kombi e a Tuna sofreram nos anos seguintes . Foram - vice - por diversas vezes. lembram? do "Vc nao soube me amar"

Em 92 a parceria Tuna - Kombi mais vez levantou um titulo Nacional. Jogou contra o Fluminense Baiano em dia que nunca esqueci. Uma festa no Antonio Baena, com gente das mais variadas tribos clubisticas. Mas que naquele dia se enfiaram nas kombis para torcer pela Tuna.


Depois disso o mundo correu em uma velocidade alucinante, A kombi e a Tuna tiveram que enfrentar a nova realidade.


E as duas  saiu perdendo para o novo mundo.. A Kombi por ter se tornado totalmente incapaz de entrar na guerra das competitividade com o importados.

A Tuna por seguir sendo movida pela paixao amadoristica e nunca ter tentado criar novos modelos de gestao.

Ai o primo pode perguntar, tudo isso para falar de Kombis e Tuna???

O post foi construído para homenagear uma parceira. A Kombi .Que comemora uma marca estrondosa 1,5 milhão de unidades fabricadas.

E a minha Tuna por ter conseguido se manter  nos ultimos anos com seus 1. 500 seguidores fieis e que a acompanham nos derbis ,no Estadinho do Souza.

Uma marca considerável Para a Kombi e para a gloriosa Tuna. Uma Parceria inabalável.


Em meus sonhos de miúdo, nunca quis imaginar a Tuna com  1,5 milhão de seguidores .

Prefiro os seguidores das  100 kombis.


O holandês Ben Pon quando idealizou a kombi na decada de 40, jamais pensaria que ela seria usada como albergue por janis Joplin, Jimi Hendrix e toda a torcida da Tuna.

Postar um comentário