07 julho 2012

No inferno nao existe fairplay

No futebol não vale o que esta escrito. E em se tratando de segundona, pode esquecer.

A sexta-feira da Série B foi quente no Presidente Vargas,O Criciúma tinha o controle do jogo e como visitante ganhavam de 2 x 1do Ceará.

 Mas seus jogadores cochilaram e permitiram o empate no final. Notem que o narrador da casa cantou a pedra e mandou para o alto a boa conduta. torceu e narrou o gol com a maior parcialidade. "

Que fairplay, que nada! bola na rede" O time do Criciúma marcava com os olhos Rogerinho, que foi chegando..chegando e pimba.. o guarda redes do tigre falhou e feio. Ficou com as penas. Ai a confusao generalizou. O professor PC Gusmão foi acusado pelo professor adversário Paulo Comelli de ter incentivado a falta de gentileza.

 Quase chegam aos fatos. Mas nem na minha pelada o tal fairplay tem todo esse respeito, as brejas generosas sao disputadas na vera. Imagina no inferno da B.

 O Vovô alencarino calejado de batalhas no PV se livrou da derrota e recuperou pontinhos preciosos que praticamente estavam no ralo.

Postar um comentário