09 julho 2012

Sub-40

 



O Brasil sempre foi uma grande incógnita no mundo. Como explicar essa fase milagrosa no futebol, nossos amados clubes devem ao cubo e isso não vem de hoje.

 Mas dar chutes no povo sempre foi uma especialidade dos cartolas e políticos. Nossos times seguem vivos e com folego. 

 Tem sido um crescimento de assustar qualquer tigre asiático . Não vou me preocupar aqui em ficar pondo números ,não há a minima necessidade.

 Os clubes do Brasileirao 2012 tem em seus elencos jogadores rodados em grandes ligas e grandes clubes. Sao os sub-40, eles tem chegado aos montes. Tentei achar uma equipe na qual não existisse um sub-40 de velhas batalhas. Foi impossível. Pensei na Lusa.O PÁ! Tem o Dida ..os nordestinos? Cicinho estreiou no Sporti,no timbu tem..no coxa.. Melhor desistir, a geração Sub-40 invadiu os relvados e de Norte a Sul. 

Antes os tios voltavam para suas antigas casas com o intuito de agradecer..outros iam para centros e times menores como atrativos. Mas hoje não tem nada disso.

 A chegada deles normalmente envolvem grandes operações financeiras e quase sempre cercadas de muito segredo. Sao conversas demoradas,longas e que atravessam semanas e em alguns casos, meses.

 A ultima semana foi de festa para os adeptos de Bota e Inter. A recepção dada a Seedorf e Forlan foram apoteóticas .As grandes redes deram uma cobertura nunca vista, muitas transmitiram as chegadas dos dois craques nos aeroportos de Porto Alegre e Rio, ao vivo. Logo as boas novas para Inter e Bota chegaram ao mundo da bola e as mídias sociais foram abastecidas com boas vindas dadas pelos adeptos da dupla.

 Como explicar esse novo fenômeno? Penso que um fato ajuda. Copa 2014.ela esta logo aí , o Brasil segue assustando pelos altos índices de violência e impunidade ,mas ninguem quer deixar passar uma oportunidade única dessas. Estar no Pais da Copa e do futebol ajuda e muito..traz dividendos.

 Evidente que muitos clubes somente serão sangrados em suas finanças ..Outros hão de tirar proveito tantos dos guerreiros de grife ,como no mercado consumidor , basta os dirigentes deixarem as coisas nas mãos de profissionais, vão precisar aproveitar ao máximo toda essa chance de encorparem suas marcas e de se profissionalizarem de uma vez por todas.

 Os clubes precisam entender o mercado e de que forma ele se comporta. Os adeptos estão em sonhos merecidos, cabe aos clubes cuidar bem dos travesseiros.



Postar um comentário