01 maio 2011

In-Edit 2011 exibe produções nacionais e estrangeiras, falando de Zé Ramalho a Rolling Stones e John Lennon, em São Paulo e no Rio

Marco Tomazzoni, Portal iG São Paulo | 28/04/2011 


Foto: Divulgação
Os diretores Albert e David Maysles ao lado de Mick Jagger e Charlie Watts nos bastidores de "Gimme Shelter"

A terceira edição do festival In-Edit será aberta nesta quinta-feira (28), em São Paulo, com a exibição de "Flamenco, Flamenco", último trabalho do diretor espanhol Carlos Saura. Um dos homenageados deste ano, o cineasta estaria no Brasil, mas cancelou a vinda por problemas de saúde. A obra de Saura, marcada por explorar diferentes ritmos – também serão exibidos "Tango" e "Fados" – representa bem o espírito do In-Edit, realizado em vários países, exclusivamente com documentários musicais. A programação, com mais de 70 filmes, é bem ampla e reúne principalmente produções difíceis de chegar ao circuito comercial. O evento se estende, na capital paulista, até 8 de maio e será realizado no Rio entre os dias 6 e 12.


Foto: Divulgação Ampliar
"Flamenco, Flamenco", de Carlos Saura
As outras homenagens do In-Edit 2011 serão para o brasileiro Andrucha Waddington, que já filmou Gilberto Gil ("Fé na Festa", "Viva São João"), Maria Bethânia ("Pedrinha De Aruanda") e Paralamas do Sucesso ("Longo Caminho", "Close Up"), entre muitos outros, e para o documentarista norte-americano Albert Maysles, diretor, ao lado de seu irmão, David, não só de alguns dos filmes mais celebrados do "cinema verdade" ("Grey Gardens", "Caixeiro-Viajante"), mas também de registros históricos do auge do rock na década de 1960. É o caso, por exemplo, de dois filmes dos Rolling Stones, "Get Yer Ya-Ya's Out", filmado em 1969, e o famoso "Gimme Shelter", da mesma turnê, que flagra o assassinato de um homem no show em Altamont, na Califórnia, por motoqueiros do Hell's Angels.
Maysles, aos 84 anos, vai apresentar pessoalmente as sessões no Brasil e exibir "What’s Happening! The Beatles in USA", filme nunca comercializado sobre a primeira viagem do grupo aos Estados Unidos e que só pode ser exibido na presença do diretor. Trechos do filme foram utilizados no recente DVD "The First US Visit", mas o material na íntegra permanece praticamente inédito. "What’s Happening!" terá uma sessão única em São Paulo, em 05 de maio. Assista ao trailer aqui.
A competição brasileira selecionou seis longas, como "Filhos de João - O Admirável Mundo Novo Baiano" e "Gretchen Filme Estrada", já exibidos em outros festivais, e obras ainda inéditas, caso de "Sonora Rio Bahia", escrito e produzido por Daniela Mercury, e "Sex Beatles - Memorabília", a seminal banda carioca do início da década de 1990 que tinha Alvin L, principal compositor do Capital Inicial, na formação, e fãs célebres como Paula Toller e Renato Russo. Também se destacam, nas mostras paralelas, "Nas Paredes da Pedra Encantada", filme sobre o álbum "Paêbiru", um dos vinis mais caros (e raros) do mundo, gravado nos anos 1970 por Zé Ramalho e Lula Côrtes, morto recentemente, e "A Música Segundo Tom Jobim", filme de Nelson Pereira dos Santos ainda não finalizado, feito com apoio da família Jobim.


Foto: Divulgação
Dado Villa-Lobos em cena de "Sex Beatles"
O festival também faz uma retrospectiva com documentários musicais que marcaram o gênero no país, como "Cartola – Música para os Olhos", de Hilton Lacerda e Lírio Ferreira, e "Doces Bárbaros", registro do show de 1976 com Caetano Veloso, Bethânia, Gal Costa e Gil, que será exibido numa cópia 35mm. Na web, quatro títulos poderão ser assistidos gratuitamente, dois deles muito recentes ("O Samba Que Mora Em Mim" e "O Milagre de Santa Luzia").
É o panorama internacional, no entanto, que guarda as pérolas mais interessantes. A seleção é variada, desde "LENNONYC", lançado no aniversário do beatle, no ano passado, sobre vida pessoal de John Lennon em Nova York após o fim da banda, a "The Last Poets", grupo de "spoken word" surgido no final da década de 1960, que, ao unir poesia, engajamento e consciência social, forneceu as bases para a criação do rap e hip pop. A explosão do movimento negro, aliás, também está bem representada por "Soul Train", programa de TV que impulsionou a música e a cultura black nos anos 1970, e "Coming Back for More", sobre Sly Stone, líder da Family Stone, banda que misturou soul e rock para se tornar um dos maiores nomes da música na época de Woodstock.

No campo do rock, destaque para "Brian Eno: Another Green World", sobre o ex-integrante do Roxy Music e produtor estrelado de David Bowie, U2 e muitas outras bandas; "Strange Powers", que segue Stephin Merritt, líder do The Magnetic Fields; "The Extraordinary Ordinary Life of José Gonzalez", a respeito do cantor folk sueco; e "William S. Burroughs", documentário sobre o autor de "Almoço Nu", pilar do movimento beatnik, que, embora fosse escritor, influenciou gente como Patti Smith, Jello Biafra, Iggy Pop e Sonic Youth.
Mas a programação, completa no site oficial, vai ainda mais longe. Confira abaixo algumas sugestões imperdíveis do In-Edit 2011:


Trailer de "Lemmy" (em inglês)
"Lemmy"
Aguardado documentário sobre o baixista e vocalista da banda de heavy metal Motörhead. O filme reúne imagens de bastidores e entrevistas de amigos e fãs como Dave Grohl, Slash, Ozzy Osbourne, Metallica e Joan Jett, entre outros. O título completo – "Lemmy: 49% Motherf**ker, 51% Son of a Bitch" – já dá a deixa de que humor e postura rocker em doses cavalares.







Trailer de "Creation Records" (em inglês)

"Upside Down: The Story of Creation Records"
A história do selo britânico que serviu de casa para bandas como Primal Scream, Oasis, Super Furry Animals, My Bloody Valentine, Teenage Fanclub e The Jesus and Mary Chain, que criaram toda uma cena em seus respectivos contextos. Fundada por Alan McGee, que vem ao Brasil no fim de maio, a gravadora acabou servindo de trampolim para revolucionar o rock mundial em mais de uma ocasião.






Trailer de "Harry Nilsson" (em inglês)

"Who Is Harry Nilsson (And Why Is Everybody Talkin' About Him)?"
Considerado pela crítica um dos melhores documentários de 2010, o filme fala sobre o cantor norte-americano que teve fama, sucesso e Grammys na virada das décadas de 1960 e 1970, antes de ser esquecido. O artista favorito de John Lennon e Paul McCartney gravou músicas como "Everybody's Talkin'", "Coconut", "The One" e "Without You", hit na voz de Mariah Carey. Entrevistas com Brian Wilson, Randy Newman, Robin Williams e Yoko Ono, entre outros. Dirigido por John Scheinfeld, de "Os EUA vs John Lennon".




Foto: Divulgação Ampliar
Johnny Mercer em Nova York, 1946
"Johnny Mercer: The Dream's on Me"
Compositor de músicas como "Come Rain Or Come Shine", "Laura", "Jeepers Creepers", "Moon River" e outros clássicos da era de ouro da música norte-americana, Johnny Mercer foi parceiro de Fred Astaire, Louis Armstrong, Nat King Cole, Billie Holiday, Frank Sinatra e Ella Fritzgerald, só para citar alguns. O filme foi produzido por Clint Eastwood, que usou só músicas de Mercer na trilha sonora de "Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal" (1997), que se passar na cidade natal do artista, Savannah.




"Quem Matou Nancy?" (trailer em inglês)

"Who Killed Nancy?"
O filme investiga a morte da namorada de Sid Vicious, Nancy Spungen, ex-prostituta, viciada como ele, e analisa a hipótese do baixista do Sex Pistols tê-la assassinado a facadas no Chelsea Hotel, em Nova York, aceita como fato na época. Vicious morreu de overdose poucos meses depois e não enfrentou o processo, mas o diretor Alan G. Parker reconstitui os fatos e analisa todas as versões do caso, tendo acesso até a uma retrato falado do assassino.





Trailer de "Do It Again" (em inglês)

"Do It Again"
Retrata a tentativa do jornalista Geoff Edgers de juntar mais uma vez nos palcos os integrantes do The Kinks, a "melhor e mais importante banda do mundo" em sua opinião. Edgers reúne uns trocados, coragem e viaja pelo mundo tentando convencer os irmãos Ray e Dave Davies a se reunirem. Pelo caminho, conversa com Paul Weller, Sting, Robyn Hitchcock e Zooey Deschanel.


Serviço In-Edit Brasil – 3º Festival Internacional de Documentário Musical
De 28 de abril a 8 de maio de 2011 em São Paulo; de 6 a 12 de maio no Rio de Janeiro
Programação completa disponível no site oficial
Postar um comentário