28 outubro 2011

Evandro, Toti e Dudu deixam a Tuna



Nem bem chegaram à Tuna Luso, o goleiro Evandro, o zagueiro Toti e o volante Dudu já estão de saída da Vila Olímpica. Ontem, a diretoria do time cruzmaltino divulgou por intermédio de sua assessoria de imprensa que esses jogadores não poderão mais assinar contrato com o clube. Isso porque já estouraram o limite de transferências interestaduais, que é de duas na mesma temporada.

De acordo com o Artigo 5 do Estatuto da Fifa, os jogadores podem ser registrados em um máximo de três clubes durante uma temporada. Neste período, porém, o atleta só está disponível para jogar partidas oficiais por duas equipes. E foi justamente esse o problema com o trio de reforços da Lusa. Os três atletas já atuaram por duas equipes de estados diferentes neste ano, o que inviabiliza suas transferências para a FPF (Federação Paraense de Futebol).

Evandro, Toti e Dudu vinham treinando no clube há quase um mês e dependiam apenas da regularização de seus contratos para ficarem à disposição da comissão técnica. Agora, a diretoria da Lusa será forçada a correr atrás de outras contratações para fechar o grupo que disputa a primeira fase do Campeonato Paraense.

Mas esse não é o único problema do técnico Samuel Cândido. No confronto com o Ananindeua, domingo, às 9h30, no Souza, ele não poderá contar com dois importantes titulares: o lateral direito Alan Kardec, que se recupera de uma contusão no joelho direito, e o meia-atacante Rodrigo, que segue fazendo fisioterapia para se recuperar de uma contratura na coxa direita.

Para o posto na lateral direita, o mais provável é que Sinésio seja escolhido. Já no meio, o atacante Diego Silva segue improvisado na armação. Seu companheiro no setor de criação deve ser André Mensalão, já que Jaime Júnior ainda depende de regularização junto à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) para poder estrear.

Apesar de tantos desfalques, o time para a partida válida pela segunda rodada está praticamente definido com: Alan; Sinésio, Hélder, Max Melo e Esquerdinha; Euller, Analdo, Diego Silva e André Mensalão (Jaime Júnior); Adriano Miranda e Charles. A definição oficial desta formação, no entanto, só deve ocorrer após o coletivo-apronto de sexta-feira.
Postar um comentário