08 novembro 2013

Ponte Preta tira passaporte de El Fortín com dois choripán

El Fortín vs Macaca

Paul Keller via flick

Cerca de 1000 ou mais adeptos da macaca,que importa! Eles estavam lá..foram a Buenos Aires e fizeram tudo aquilo que um turista apressado faz. Devem inclusive ter ser lambuzados nos choripan nas cercanias do estadio .
Buenos Aires se tornou um bom balneário para tirar da cabeça o momento estressante pelo qual vive o time no Brasileirão . Uma briga incessante a cada rodada contra a queda.

No Brasil a gente especializada nao fez nenhuma projeção para a estadia da macaca em Buenos Aires. Ouvi ate mesmo por parte do São Paulo uma certa logística que nao passava por Campinas.

O El Fortín  que nos últimos oitos anos ganhou cinco copos nos torneios locais era evidentemente o líder nas casas de apostas e depois do empate no Brasil tratou de preparar a documentação .
 A macaca não encontrou a tradicional garra dos "boludos" no time do Vélez e enfrentou um time cheio de murrinha,muito própria nas mudanças de estações ...

A Ponte viu que podia ser arteira e sair com uma boa façanha para contar. Buscou e achou a vitoria histórica em duas jogadas magnificas e que demonstraram uma frieza espetacular de seus chutadores.
A verdade tem que ser dita, o El Fortín teve sim chances de gols mas...ela pararam nos defesas da Ponte,pois para isto eles estavam lá ,no lugar certo e na hora certa para por a Ponte em uma semi contra o São Paulo e para escrever esse grande momento da macaca campineira.

Los muchachos da Onzena da Ponte Preta terão daqui para frente uma resenha cheia para suas vidas de relva e os hinchas que lá estiveram nunca irão esquecer essas vacanciones em Buenos Aires que com certeza serão também enriquecidas por todo o tempo nos livros do time.
E tome Quilmes com choripán...
Postar um comentário